ANÁLISE DO FÓRUM DE DISCUSSÃO COMO INSTRUMENTO AVALIATIVO NO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DA UAB/UNIMONTES

Maria Orminda Santos Oliveira, Maircon Rasley Gonçalves Araújo, Carlos Eduardo Oliveira, Sérgio Renato Oliveira, Érika Morais Costa, Franciellen Morais-Costa

Resumo


O fórum de discussão no ambiente virtual é uma ferramenta essencial para proporcionar a interatividades entre os diversos agentes dos cursos de educação a distância, e tem sido utilizados pelos professores e tutores em diversas atividades, discussão dos temas da disciplina, troca de informações e inclusive como instrumento de avaliação discente. Neste sentido a presente pesquisa visa analisar os fóruns de discussões da disciplina Estágio Supervisionado do curso de Ciências Biológicas da Universidade Aberta do Brasil – UAB como forma de avaliar o uso desse instrumento no processo de construção do conhecimento do acadêmico.O estudo foi realizado com 19 alunos matriculados na disciplina Estágio Supervisionado durante o primeiro semestre de 2011. Para este estudo, analisou-se o Relatório de Avaliação de Atividades pelos acadêmicos do 5° período onde todas as análises feitas foram conduzidas a luz do referencial teórico e observado a ocorrência de interação, interatividade, comunicação, diálogo e aprendizado. Percebemos que a grande parte dos alunos (38%) acessa o ambiente, mas participam pouco das discussões dos fóruns. Em seguida 25% dos alunos acessam o ambiente, lêem tudo, mas não participam das discussões. Em terceira colocação vem àqueles alunos que afirmam acessar muito pouco e não terem tempo de participarem dos fóruns. Em seguida vêm aqueles alunos que acessam sempre e participam muito das discussões nos fóruns e por fim aqueles que praticamente não tiveram condições de acessarem aos fóruns. Concluimos quehá a necessidade de buscar mecanismos que potencializem os processos de interação, colaboração e cooperação, uma vez que a motivação e o interesse pela comunicação é um fator que pode abrir caminhos à participação dos alunos, ao interesse em colaborar e construir e consequentemente, de interagir entre eles e com o professor, tornando a sala virtual como um espaço de construções.


Texto completo:

PDF

Referências


BARROS, D. L. P. Dialogismo, polifonia e enunciação.In: FIORIN, J. L. (org.). Dialogismo, Polifonia e Intertextualidade. 2 ed. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2003.

LIBÂNEO, José Carlos. Didática. São Paulo: Cortez, 1994.

MASSETO, L. S. Novos espaços virtuais para o ensino e aprendizagem a distância: estudo da aplicabilidade dos desenhos pedagógicos. 2006. Tese (Doutorado em Educação). Universidade Federal de Santa Catarina. Disponível em: . Acesso em: 15dez. 2012.

PAULA, L. T. Informação Em Ambientes Virtuais De Aprendizado (Ava). Dissertação (mestrado em Ciência da Informação). Universidade Federal de Minas Gerais. Escola De Ciência Da Informação. Belo Horizonte. 2009. Disponível em: , acessado em: 09. nov. 2012.

SILVA, E. L; MENEZES, E. M; Metodologia da pesquisa e elaboração de dissertação. 3 ed. rev. Atual – Florianópolis: Laboratório de Ensino a Distância da UFSC, 2001.

VIEIRA, F. M.S. Ciberespaço e Educação: possibilidades e limites da interação dialógica nos cursos online da Unimontes Virtual. 2003. 128 f. Dissertação (Mestre em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade de Brasília, Brasília, 2003.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.