EXIGÊNCIA TÉRMICA DE DIFERENTES GENÓTIPOS DE GIRASSOL PRODUZIDOS NA REGIÃO NORTE DE MINAS GERAIS

Breno Thiago Teixeira Mendes, Aroldo Gomes Filho, Daniel Pereira Soares, Luís Antonio Gonçalves da Silva, Sirlene Lopes de Oliveira, Raniell Inácio Leandro

Resumo


 

No Brasil a cultura do girassol, é uma alternativa para os produtores na chamada safrinha. Para que haja uma perspectiva de crescimento da cultura, tem-se a necessidade de adequar essa cultura aos diferentes sistemas de produção das principais culturas de grãos do país. Para isso são necessários esforços dos programas de melhoramento genético para a obtenção de genótipos com características desejáveis. Os estudos fenológicos é um dos principais meios de se conhecer como um determinado genótipo se comporta em relação ao microclima local. O trabalho teve por finalidade avaliar os estádios fenológicos de sete genótipos de girassol, BRS 323 (T), BRS G 35, HLA 2012, EMBRAPA 122 (T), BRS G41, M 734 (T), MULTISSOL, no qual foi avaliado a exigência térmica de cada genótipo por meio de Graus-dia a fim de determinar o ciclo destes, tal método é bastante empregado na agricultura para se obter informações que possam indicar genótipos adaptados, tendo em vista a sua possibilidade de utilização para as condições da Região Norte de Minas Gerais. O município onde foi implantado e desenvolvido o experimento apresentou aptidão para a cultura. No entanto, há a necessidade de um estudo sobre época de semeadura.

 


Texto completo:

PDF

Referências


BORÉM, A.; MIRANDA, G. V. Melhoramento de Plantas. Viçosa: Editora UFV, 2013. 523p.

CARVALHO, C. G. P.; OZAWA, E. K. M.; AMABILE, R. F.; GODINHO, V. P. C.; GONÇALVES, S. L.; RIBEIRO, J. L.; SEIFERT, A. L. Adaptabilidade e estabilidade de genótipos de girassol resistentes a imidazolinonas em cultivos de segunda safra. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, v. 10, n.1, p. 1-7, 2015.

COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO - CONAB. Acompanhamento da safra brasileira de grãos Safra 2016/17, v. 4, n. 5, p. 1-166, 2017.

DALCHIAVON, F. C.; MALACARNE, B. J.; DE CARVALHO, C. G. P. Características agronômicas de genótipos de girassol (Helianthus annuus L.) em segunda safra no Chapadão do Parecis: MT. Revista de Ciências Agrárias, v. 39, n. 1, p. 178-186, 2016.

FERREIRA, D. F. Análises estatísticas por meio do Sisvar para Windows versão 4.0. In. Anais do 45ª Reunião Anual da Região Brasileira da Sociedade Internacional de Biometria. São Carlos/SP, Jul, 2000. Disponível em: . Acesso em: 22/08/2016

FERREIRA, L. S. L.; DALLACORT, R. OKUMURA R. S.; DIAS, V. R. M. Calendário de risco climático do girassol para o município de Tangará Da Serra, MT. Enciclopédia biosfera, v. 9, n. 16; p. 503 – 516, 2013.

INFELD, J. A.; SILVA, J. B.; ASSIS, F. N. Temperatura-base e graus-dias durante o período vegetativo de três grupos de cultivares em arroz irrigado. Revista Brasileira de Agrometeorologia, v.6, n.2, p.49-53, 1998.

LEITE, R. M. V. B. C.; BRIGHENTI, A. M.; CASTRO, C. de. (Ed.). Girassol no Brasil. Londrina: Embrapa Soja, 2005. 641p.

MARENGO, J. A. Vulnerabilidade, impactos e adaptação à mudança do clima no semi-árido do Brasil. Parcerias estratégicas, v. 13, n.27 p.149-176, 2010

MIRANDA, M. N..; JÚNIOR, J. H. C. Soma térmica para o subperíodo semeadura-maturação de feijão cv. Carioca em Colorado do Oeste, Rondônia. Pesquisa Agropecuária Tropical (Agricultural Research in the Tropics), v. 40, n. 2, p. 10-5216/pat. v40i2. 6790, 2010.

NAGARATHNA, T. K.; SHADAKSHARI, Y. G.; RAMANAPPA, T. M. Molecular analysis of sunflower (Helianthus annuus L.) genotypes for high oleic acid using microsatellite markers. Helia, v.34, n. 55, p.63-68, 2011.

NOBRE, D. A. C.; RESENDE, J. C. F.; JUNIOR, D. S. B.; COSTA, C. A.; MORAIS, D.L.B. Desempenho agronômico de genótipos de girassol no norte de Minas Gerais. Revista Agro@mbiente On-line, v. 6, n. 2, p. 140-147, 2012.

OLIVEIRA, A. S.; NETO, A. J. S.; RIBEIRO, A.; RASCON, N. J. L.; RODY, Y. P.; ALEMEIDA, A. Q. Determinação do tempo térmico para o desenvolvimento de mudas de eucalipto na fase de enraizamento. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 16, n. 11, p. 1223-1229, 2012.

OLIVEIRA, M. F.; CASTIGLIONI, V. B. R.; CARVALHO, C. G .P. Melhoramento do girassol. In: LEITE, R. M. V. B. C.; BRIGHENTI, A. M.; CASTRO, C. (Ed.). Girassol no Brasil. Londrina: Embrapa Soja, 2005. p. 269-297.

PANTANO, A. P.; NOVO, M. C. S. S.; LAGO, A. A.; AZANIA, C. A. M.; AZANIA, A. P. M.; RAMOS, N. P.; DEUBER, R. Temperatura-base e graus-dia acumulados na emergência de cultivares de girassol, tratados com herbicidas, em Campinas, SP. In. Anais da XVII Reunião Nacional do Pesquisa de Girassol. Uberaba/MG, 2007. Disponível em: . Acesso em 22/02/2017

PORTO, W. S.; CARVALHO, C. G. P.; PINTO, R. J. B. Adaptabilidade e estabilidade como critérios para seleção de genótipos de girassol. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 42, n. 4, p. 491-499, 2007.

ROBINSON, R. G. Production and culture. In: CARTER, J. F., ed. Sunflower science and technology. USA, Madison: American Society of Agronomy, 1978. p.89-95.

ROSSI, R. O. Girassol. Curitiba: Tecnoagro. 1998. 333p.

SCHNEITER, A. A.; MILLER, J. F. Description of sunflower growth stages. Crop Science, v. 21, n. 6, p. 901-903, 1981.

SEGANTINI, D. M.; LEONEL, S.; CUNHA, A. R.; FERRAZ, R. A.; RIPARDO, A. K. S. Exigência térmica e produtividade da amoreira-preta em função das épocas de poda. Revista Brasileira de Fruticultura, v. 36, n. 3, p. 568- 575, 2014.

SENTELHAS, P. C.; NOGUEIRA, S. S. S.; PEDRO JUNIOR, M. J.; SANTOS, R. R. Temperatura-base e graus-dia para cultivares de girassol. Revista Brasileira de Agrometeorologia, v.2, p.43-49, 1994.

SENTELHAS, P. C.; UNGARO, M. R. G. Índices bioclimáticos para a cultura de girassol. Scientia Agricola, v. 55, n. 1, p. 73-78, 1998.

SILVA, M. L. O.; FARIA, M. A.; MORAIS, A. R.; ANDRADE, G. P.; LIMA, E. M. C. Crescimento e produtividade do girassol cultivado na entressafra com diferentes lâminas de água. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 11, n. 5, p. 482-488, 2007.

SILVA, M.L.O.; FARIA, M.A.; MORAIS, A.R.; ANDRADE, G.P.; LIMA, E.M.C. Crescimento e produtividade do girassol cultivado na entressafra com diferentes lâminas de água. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v. 11, n. 5, p. 482-488, 2007.

SILVEIRA, P. S. S. Época de semeadura e densidade de plantas em cultivares de amendoim no Recôncavo Sul Baiano. Dissertação de mestrado - Universidade Federal do recôncavo da Bahia. 112 p. 2010.

SOUZA, F. E. F. CHING, L. A.; COSTA, R. H. A. M.; LENZA, J. B.; CAMPELO JÚNIOR, J. H. Relação entre acúmulo de graus-dia e de unidades fototérmicas e crescimento vegetativo do maracujazeiro roxo (Passiflora edulis Sims). Uniciências, v. 14, n. 1, p.39–51, 2015.

TEIXEIRA, L. M. R.; ZAMPIERON, S. L. M. Estudo da fenologia, biologia floral do girassol (Helianthus annuus, Compositae) e visitantes florais associados, em diferentes estações do ano. Ciência et Praxis. V. 1 n. 1, p.5-14. 2008

TSUZUKI, M. Y.; CAVALLI, R. O.; BIANCHINI, A. Effect of salinity on survival, growth, and oxygen consumption of the pink-shrimp Farfantepenaeus paulensis (Perez-Farfante 1967). Journal of Shellfish Research, v. 22, n. 2, p. 555-560, 2003.

VILLA NOVA, N. A.; PEDRO JUNIOR, M. J.; PEREIRA, A. R.; OMETTO, J. C. Estimativa de graus-dia acumulados acima de qualquer temperatura base em função das temperaturas máxima e mínima. Ciência da Terra, n.30, p.1-8, 1972.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.